Beartown (livro #1 da trilogia Beartown) – Fredrik Backman

Este post vem um pouco intempestivamente, mas é porque estava escrevendo a resenha do livro #2 da trilogia de Beartown (Us Against You) e me dei conta de que não havia postado resenha desse livro maravilhoso aqui ainda.

Então, corrigindo essa enorme falha, aqui vem uma compilação dos meus 2 posts sobre o livro que você pode encontrar no meu instagram.


Beartown é uma cidade fria, no meio de uma floresta. De onde mais pessoas vão embora do que ficam. Mas mesmo para deixá-la, só existe um caminho certeiro: através do Hóquei. Beartown é uma cidade de Hóquei. E toda a esperança de seus habitantes reside nas crianças e adolescentes que formam os times da cidade. Quanta pressão podem eles aguentar? 

Este foi o melhor livro de Fredrik Backman que li até o momento. Com certeza, o mais adulto. Não porque não tenha seus momentos de humor. Adultos também precisam rir, às vezes de si mesmos. Mas acho que pela atmosfera do livro. 

Absolutamente todos os livros dele trazem algum tema familiar importante, mas neste eu enxerguei a criação dos filhos como o central. Há um provérbio africano que diz que é preciso um vilarejo todo para se educar uma criança. Eu concordo. Mas, assim como é questionado no livro, que tipo de comunidade é preciso para que essa educação seja boa? Quais são as escolhas que as pessoas nela precisam tomar? São tantos questionamentos. Essa reflexão toda foi o que eu mais amei no livro, e o melhor excerto dele pra mim é esta: “cultura é tanto aquilo que encorajamos quanto aquilo que permitimos”. 

O livro foi adaptado para HBO series. É uma minissérie com 5 episódios, e as críticas estão muito boas! Infelizmente, só consegui assistir ao primeiro episódio, porque me falta tempo, então, não sei dizer quão fiel ao livro a série ficou.

Beartown foi o livro do Backman que mais me fez chorar, mesmo depois de ter lido sua continuação, mas nem sempre chorei de tristeza. Às vezes de ódio mesmo. É um livro que achei que não fosse me prender tanto, porque toda a trama se desenvolve em torno de um esporte que nem curto nem entendo nada. Demorou um pouco no começo, confesso, para ser fisgada, mas quando menos esperava, já estava ali toda envolvida com a história, torcendo para alguns jogadores, xingando outros, me inteirando de como política e esporte andam juntos. 

Quando uma cidade decadente, como Beartown, coloca todas as esperanças num esporte para se tornar um lugar próspero, qual é o preço que seus habitantes estarão dispostos a pagar? Impossível não pensar nisso ao longo da leitura.

Um livro com representatividade, com personagens muito bem desenvolvidos, com temas sensíveis (contém gatilhos para abuso sexual) e muitos questionamentos. Amei ver mulheres arrasando nesse livro, e, como mãe, amei como é abordada a postura e a responsabilidade dos pais na educação dos filhos. A ambivalência de alguns personagens me deixou imersa na narrativa, ora torcendo para que tomassem as decisões certas, ora reprovando suas condutas. Um livro que favoritei pra vida. 

Dados Técnicos do Livro*:

  • Capa comum: 418 páginas
  • Autor: Fredrik Backman
  • Editora: Simon & Schuster (2017)
  • ISBN: 978-1-9821-1435-0
  • Título Original: Björnstad
  • Idioma: Inglês
  • Tradução: Neil Smith
  • *Edição adquirida no Canadá em 2019

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s