Lendo os contos de Edgar Allan Poe

Desde abril estou lendo um conto de Edgar Allan Poe por mês, a convite do Edu do @somaisumaleatorio para um projeto de leitura coletiva. Como ainda tem muito conto para ser lido e acredito que o projeto se estenderá para 2021, quem tiver interesse em participar e debater os contos ao final do mês, basta entrar em contato com ele, por mensagem direta no IG dele. Os debates são feitos por escrito, no whatsapp, todo último domingo de cada mês.

Até agora, os contos lidos foram:

  • Abril: Ligeia
  • Maio: Pequena Palestra com uma Múmia
  • Junho: 1) Os Assassinatos na Rua Morgue e 2) A Carta Roubada
  • Julho: O Gato Preto
  • Agosto: O Sistema do Doutor Alcatrão e do Professor Pena

E o conto de setembro é “O Barrril de Amontilhado”. Talvez esse ano seja o último debate do qual eu consiga participar, por motivos de “precisarei-me-adaptar-à-nova-rotina-de-mãe”, mas tenho muito interesse em continuar lendo os contos de Poe sempre que puder, porque eles são realmente muito bons!

Para quem nunca leu nada de Poe, como era o meu caso até entrar nessa leitura coletiva, saibam que os contos são muito gostosos de ler, com gêneros bem diferentes (uns mais sombrios, assustadores, outros com mais realismo fantástico, com suspense), e que realmente rendem ótimas discussões. Tenho sempre a impressão de que o último conto que leio é sempre meu favorito, mas é só porque sempre termino surpreendida com a leitura de cada um deles! Poe é muito versátil e aborda temas muito interessantes em seus contos. O de agosto, por exemplo, “O Sistema do Doutor Alcatrão e do Professor Pena”, aborda entre outros assuntos, a loucura, e acho que daria um ótimo paralelo debatê-lo com “O Alienista”, de Machado de Assis (esse conto brasileiro, aliás, ainda preciso ler, embora a maioria, assim como eu, já conheça sua história). Além disso, em geral, os contos têm sido bem rápidos de ler, mesmo os mais extensos, porque eles realmente prendem o leitor.

Alguns contos de Poe li em inglês (e confesso que aí tive mais dificuldade, mas mais no começo, quando ainda estava conhecendo seu estilo de escrita), e outros em português. Em português não encontrei nenhuma dificuldade, e achei muito mais proveitosos de se ler. Encontrá-los é relativamente fácil; alguns, inclusive, foram disponibilizados pela Darkside no início da quarentena, mas como não foram muitos, talvez seja mais fácil procurar pelo nome específico de cada conto que você tenha interesse em ler. Quem lê em inglês, no entanto, a Revista Bula disponibilizou gratuitamente também todos os contos para download.

Seja como for, acredito que todo leitor deveria ter sua primeira experiência lendo um conto ao menos de Edgar Allan Poe. Mas já aviso que, depois do primeiro lido, dificilmente a pessoa irá parar por aí.

Você já leu algum conto de Poe? Qual é o seu preferido?

Para quem se interessou também pela edição da minha foto, vou deixar os dados do livro abaixo.


Dados Técnicos do Livro:
Capa dura:
1026 páginas
Autor: Edgar Allan Poe
Editora: Barnes & Noble
ISBN: 978-1-4351-0634-5

5 comentários

  1. Eu sempre tive receio de ler as obras desse autor porque não curto muito thriller, mas fiquei mais animada para tentar depois de ler seu texto. Vou me arriscar nos contos, vai que dá certo? rsrs

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s