Filha das abelhas – Meredith May

Quando somos criança, e muito tempo depois ainda, na verdade, precisamos de alguém que sabemos que vai sempre estar lá para nos amparar, para nos dar segurança, conforto, amor e carinho.

Cresci rodeada de amor, mas sei que não é assim em todos as famílias. Há muitas famílias que o que existe é apenas um vínculo sanguíneo e nada mais. Que datas comemorativas são só mais evidências de tudo aquilo que nunca conheceram.

Ao ler Filha das Abelhas, pude sentir como é doloroso o sentimento de se sentir impotente por ser criança e os adultos não a enxergarem como alguém digna de respeito e atenção. É tanta negligência e um ciclo de silêncios absurdos que foi uma leitura difícil pra mim, mas que foi melhorando, conforme Meredith também ia se encontrando.

Neste livro autobiográfico, Meredith May abre seu coração ao contar sobre sua infância tão cheia de dúvidas, incompreensões e sentimento de abandono, logo que os pais se divorciam e ninguém se propõe a explicar a ela e seu irmão, ainda mais novo, o que estava acontecendo.

A mãe leva Meredith e o irmão para a Califórnia, próximo ao Big Sur, para ir morar com a avó, já que, com o divórcio, a mãe não tem onde ficar. Mas a mãe se fecha completamente para o mundo, inclusive para seus filhos. Felizmente, lá, há alguém que irá lhe acolher, que é o marido de sua avó, ou como a mãe o chama: “vodrasto”. Com um amor enorme pelas abelhas, sendo apicultor, ele será a ponte que irá ligar Meredith àquele novo lugar e ao complexo sentimento de entender o que é uma família. No fim, ela deve tudo às abelhas, e seu fascínio por elas irá nos atingir também. Meredith é realmente Filha das abelhas, que a deixaram intrigada com sua ordem e sentido de comunidade mesmo quando tudo à sua volta parecia desmoronar.

Uma biografia linda de se ler, escrita em forma romancizada que a gente nem se dá conta que a história não é pura ficção.

Fora isso, ficamos encantadas com o mundo secreto das abelhas. Meredith atualmente também é apicultora, e seus conhecimentos sobre abelhas são transmitidos ao longo da narrativa de forma fascinante. Eu fiquei tão impressionada que todas as curiosidades sobre elas fui marcando com um post-it. Acabei usando duas cores para marcações diferentes então, rosa para as curiosidades e amarelo (sim, ficando na paleta da capa) para trechos que gostei muito. Sobre esses trechos, percebi que a maioria que marquei foram passagens na verdade que achei bem dolorosas, sob a perspectiva de uma criança num lar negligente. Não foram trechos necessariamente bonitos, portanto, acho que foram mais marcos para que eu mesma, como mãe, me lembre de dar atenção às demandas do meu filho.

Não sei, esse livro me fez pensar muito, sobre como as pequenas coisas fazem diferença. Claro que já sabia disso, mas é que, se eu contasse isoladamente algumas atitudes no livro, o pior é que acredito que muita gente não se chocaria, mas são tantas coisas “que nem liga” se acumulando que sinceramente, foi preciso muita maturidade de Meredith para não crescer revoltada.

Vou me recordar por muito tempo do impacto dessa leitura, e deixo aqui uma curiosidade sobre as abelhas para vocês, extraída diretamente do livro:

“[…] as abelhas mantêm o interior da colmeia em uma temperatura constante de 35°C, independente da temperatura do lado de fora. No inverno, você pode tocar uma colmeia e dá para sentir o calor irradiando lá de dentro, quando as abelhas ficam juntas e tremem as asas para gerar calor. No verão, elas se reúnem na plataforma de pouso, perto do alvado, e circulam o ar com as asas para baixar a temperatura.”


Dados Técnicos do Livro:

Capa comum ‏ : ‎ 272 páginas
Autora: Meredith May
Editora: ‎ HarperCollins; 1ª edição (10 junho 2019)
ISBN-10: ‎ 8595084599 – ISBN-13: ‎ 978-8595084599
Tradução: Isabella Pacheco
Título Original: The honey bus

Livro lido graças à maravilhosa resenha de @indirareads

1 comentário

  1. Cada criança é única e a infância é única para cada criança. Dela, a criança vai alicerçando o modo de ver, viver, sentir, valorar, e com base nisso provavelmente fará escolhas, tomará decisões e adiante terá os frutos.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s