Jogo – Alice

Existe um joguinho de raciocínio (do tipo puzzle) totalmente inspirado em Alice no país das maravilhas!

E por que não? Afinal, Lewis Carroll, autor de Alice, era também matemático e adorava criar brincadeiras e joguinhos de lógica para crianças. Se você quiser saber um pouco mais sobre o autor, você pode acessar esse link e assistir ao meu vídeo.

Eu encontrei esse puzzle game nos EUA, numa Barnes & Noble, quando lá estive em dezembro/2016. Estava em super promoção (clearance sale). Eu nem faço ideia se ainda estão comercializando ou não o jogo, já que na internet só encontrei vendendo no eBay.

Alice in Wonderland: a curious collection of puzzles é um set de cartas que contém 4 tipos de dificuldade/desafio: fácil, puzzles de curiosidades, puzzles “mais difíceis” e puzzles “ópticos”. Basicamente, os jogadores (de 2 a 6, mas dá até para jogar solo), um por vez, deverão escolher uma carta e tentar decifrá-la/respondê-la. Eles terão tempo para isso: um minuto apenas (na minha opinião, exíguo!) Haverá desde charadas a jogos do tipo 7 erros. Se a pessoa acertar ou concluir com sucesso o desafio, obterá pontos de acordo com o grau de dificuldade escolhido. Aquele que alcançar primeiro de 20 a 40 pontos (a critério dos jogadores), vence o jogo. Há cartas de suporte que o jogador poderá utilizar para dobrar pontos (drink me) ou para somar ponto do adversário que não souber/não conseguir responder a charada (eat me). Ambas só poderão ser utilizadas uma única vez por jogo, por cada jogador.

Na verdade, eu nunca cheguei a jogá-lo de fato. Já me reuni com minha família ou com meus amigos e apenas fomos pegando cartas do deck aleatoriamente, tentando decifrar as charadas ou procurando erros nas imagens, sem cronômetro, sem pontuação, apenas como uma forma lúdica de jogar conversa fora. Achei o jogo, no geral, impraticável. Pelo menos para nós que não temos o inglês como língua nativa (embora acredito que mesmo se o jogo fosse em português, dificilmente responderíamos em apenas 1 minuto).

De qualquer forma, como colecionadora de artigos de Alice que sou, é inegável que as cartas por si só valeram a comprinha, pois como vocês podem ver, elas são lindas e totalmente temáticas. E é realmente agradável às vezes deixar os celulares de lado e reunir a família para quebrar um pouco a cabeça.

O set vem acompanhado, claro, de um livro de respostas, com as soluções e uma pequena ampulheta. Não tenho vergonha de admitir que tivemos muitas vezes de olhar as repostas, não para conferir, mas simplesmente porque não conseguimos solucionar ou responder as charadas. Então, se você um dia tiver a chance de encontrar esse jogo, não se sinta mal se não conseguir responder alguma pergunta.

Só para dar um gostinho da brincadeira, vou deixar uma charada aqui, no original, e em português, numa tradução livre:

The White Knight’s Journey

THE WHITE KNIGHT was making his way home. He rode the first half of the journey, which was fifteen times faster than his normal walking speed. Then he fell off. For the second half he walked alongside his plodding horse – but he could have walked twice as fast without the hindrance. 

Would he have saved time if he had gone all the way on foot without his trusty steed? Is so, how much? 


A Jornada do Cavaleiro Branco

O CAVALEIRO BRANCO estava a caminho de sua casa. Ele percorreu a cavalo a primeira metade da jornada, que foi quinze vezes mais rápido do que sua velocidade normal de caminhada. Então ele caiu. A segunda metade do caminho, ele andou ao lado de seu vagaroso cavalo – mas ele poderia ter caminhado duas vezes mais rápido sem o cavalo.

Teria ele economizado tempo se ele tivesse percorrido todo o caminho a pé sem seu confiável cavalo? Se sim, quanto tempo? 

2 comentários Adicione o seu

  1. monica disse:

    I loved ur post!!!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Sou fã de jogos de tabuleiro, desconhecia este. Parece bem feito e bastante temático, embora com a característica comum a alguns jogos antigos de ter baixa rejogabilidade. Uma charada concluída seria facilmente “resolvida” se fosse novamente sorteada em partida futura. Embora para que isso aconteça, haveria de se jogar várias vezes antes.
    Parece também ser adequado a fãs de matemática.
    Pouco me lembro sobre a estória de Alice, você a aprecia muito?
    Cheguei à idéia afirmativa sobre a questão, de que o cavaleiro branco à pé sem o cavalo por todo o trajeto seria 1/30 avos mais rápido. Terei acertado?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s