Resenha: Um Planeta em seu Giro Veloz – Madeleine L’engle

Sinopse: Muitos anos se passaram desde a última aventura em “Um Vento à Porta”, e a família Murry está reunida para um jantar do Dia de Ação de Graças. Nesse meio tempo, a Sra. Murry levou um Prêmio Nobel, Meg e Calvin se casaram, os gêmeos ingressaram na universidade − um cursando Direito (Sandy) e outro Medicina (Dennys)−, o cão Fortinbrás falecera, e Charles Wallace conta já com 15 anos de idade. Nesta noite, tão sinistra, Calvin está ausente, bem longe, em Londres, participando de um Congresso, mas sua mãe, a Sra. O’Keefe aceitou o convite de sua nora para o jantar. Um pouco antes do jantar ser servido, porém, o Sr. Murry recebe uma ligação da Casa Branca. O presidente em pessoa o procura para uma espécie de consultoria. É o fim do mundo. Mad Dog Branzillo (El Rabioso) anunciou que irá concretizar suas ameaças e disparar seus mísseis. Com o aperto de um botão, toda a raça humana poderá ser destruída. E os Murry têm 24 horas para para evitar que essa tragédia ocorra.

IMG_20180704_085448_128


Minhas impressões

Esse livro para mim foi o mais diferente da série por enquanto, o que não quer absolutamente dizer que foi ruim. Muito pelo contrário, no começo achei que não ia gostar, mas fui me encantando e terminei o livro com um sorriso sincero nos lábios e muito amor no coração.

Um Planeta em seu Giro Veloz é uma verdadeira história de viagem no tempo, em que Charles Wallace será nosso encarregado de salvar o mundo das mãos de El Rabioso. Mas para isso, talvez ele tenha de mudar o passado, viajando através dos ventos do tempo.

A premissa da história é muito simples: Charles precisa alterar o passado para alterar o presente/futuro. A forma, porém, como L’engle explora isso é que achei surreal! Eu nem imaginava que havia unicórnios na história. Mas isso não é de se espantar, para quem já chegou até aqui, depois dos dois primeiros livros da série Uma Dobra no Tempo, não é mesmo? O que me deixou um pouco fora de balanço foram as histórias paralelas ao longo do livro, que, claro, são fundamentais para que Charles vague pelo tempo.

IMG_20180803_080647_009

Fazia muitos anos que não lia nada do tipo; uma espécie de “bookcepction” (assistiram a Inception?) acontece nesse livro, e conceitos já aprendidos nos dois primeiros livros da série serão fundamentais para levar a trama numa clareza ainda maior.

Não me levem a mal, meu dia a dia foi bem corrido durante essa leitura, e creio que prejudicou um pouco a compreensão minuciosa de tudo. Nessas histórias paralelas, ocorridas há muito tempo do momento presente do jantar de Ação de Graças, Charles Wallace Adentra outras pessoas, ou seja, ele basicamente se torna outra pessoa, podendo, assim, influir, ainda que minimamente, no evento de fatos passados. E essa viagem ano tempo só é possível com a ajuda de Gaudior, o unicórnio que o leva a atravessar muitos “quandos”. Complicado? Só dando uma chance ao livro para entender melhor, sério.

Curiosamente, embora um pouco confuso para mim (principalmente pela semelhança dos nomes de diferentes personagens em diferentes tempos), essas histórias paralelas foram muito gostosas de ler, e são o grande diferencial desse livro. L’engle altera inclusive sua escrita para fazer jus ao passado, lembrando verdadeiros romances do século XIX. Não creio que haja muitos livros por aí que fazem tamanha miscelânea de elementos de uma só vez como os livros de L’engle, mas esse é o campeão do momento! Prepare-se para encontrar neste livro: ficção científica, fantasia, runas, misticismo, romance, intrigas familiares, tribos indígenas, um toque de lendas Arturianas, um toque gaélico e, sim, muito mais.

E tem ainda três coisas que achei incrível desse livro: a primeira, é como L’engle, mais uma vez, deixa evidente o amor de Meg por Charles, ressaltando ainda mais a conexão de ambos; a segunda, é um reforço da primeira, mas também, de um modo mais amplo, é como L’engle demonstra a família como um valor; e a terceira, com uma mensagem muito linda ao fim, é como sempre há mais que os olhos podem ver.

 

Minha nota: 4/5

Esse livro foi uma cortesia de:

eu sou parceiro_HC-v3-02


Informações adicionais sobre o livro:

Capa dura: 272 páginas

Editora: HarperCollins Brasil; Edição: 1ª (14 de maio de 2018)

ISBN-10: 8595083258 – ISBN-13: 978-8595083257

Título Original: Swiftly Tilting Planet

 

 

3 comentários Adicione o seu

  1. Memórias ao Vento disse:

    Republicou isso em Memórias ao Vento.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Monica disse:

    Como sempre, o post conecta o leitor à imaginação. Interessante como L’engle reune valores, amor e ficção.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s