Dez curiosidades sobre Lewis Carroll e Alice

Promessa é dívida! Prometi à minha amiga Marie que eu faria um post com curiosidades sobre Alice/Lewis Carroll, já que sou tão apaixonada pela obra.

Esse post, portanto, nada mais é que uma forma de agradecer a Marie, por inclusive ter me dado a ideia deste conteúdo para trazer aqui para vocês.

Provavelmente algumas dessas curiosidades vocês já encontraram antes por aí, mas como este é o primeiro post apenas, vou começar de forma bem básica. Sim, pretendo fazer outros posts com mais curiosidades oportunamente.

P_20191122_171634_SRES

Curiosidades (“É a coisa mais curiosa que já vi na vida!”):

1) O nome de batismo de Lewis Carroll é Charles Lutwidge Dodgson, e seu pseudônimo nada mais é que seus 2 primeiros nomes invertidos e latinizados;

2) Lewis Carroll estudou na faculdade de Christ Church, em Oxford, onde mais tarde também veio a se tornar um professor universitário de matemática. Apaixonado que era pelo assunto, inventava inúmeros jogos e brincadeiras de raciocínio lógico e trocadilhos. Podemos ver um pouco desse lado criativo e divertido em alguns diálogos em Alice, como no famoso trecho abaixo:

“Gatinho de Cheshire”, começou Alice, um pouco tímida, pois não sabia se gostaria de ser chamado assim. O gato, no entanto, abriu ainda mais o sorriso. “Até aqui, tudo bem, ele parece satisfeito”, pensou Alice, prosseguindo: “Poderia, por gentileza, me dizer para onde devo ir?”

“Isso depende de aonde quer chegar, respondeu o Gato.

“Tanto faz…”, disse Alice.

“Então, qualquer caminho serve”.

“…desde que eu chegue em algum lugar“, explicou Alice.

“Chegará longe, com certeza”, respondeu o Gato, “contanto que caminhe bastante”.

3) Lewis Carroll também é autor de “The Hunting of the Snark”, traduzido no Brasil como “A Caça ao Turpente”, que é o poema em nonsense mais longo escrito em língua inglesa;

4) Alice no País das Maravilhas é um dos livros mais citados no Ocidente, e já foi traduzido para praticamente todas as línguas faladas e escritas no mundo; só na França, existem mais de 30 traduções (e que sonho seria eu poder ter um exemplar de cada hahaha);

5) Lewis Carroll revolucionou a literatura infantil, tornando livros para crianças mais divertidos. Eu sempre brinco que, se na sua infância você se divertiu com histórias realmente voltadas para o público infantil, você deve muito a Lewis Carroll;

6) Ele também é considerado o melhor fotógrafo de crianças do século XIX;

7) Seus pais eram primos entre si. Tiveram 11 filhos, dos quais Carroll era o terceiro filho. E, embora tal genética talvez tenha muito a dizer sobre a genialidade do escritor, também explique sua gagueira incurável e a de seus irmãos;

8) Sua personagem Alice é inspirada numa menina real, que foi uma grande amiga sua, Alice Lidell. A primeira versão da história nasceu como uma fábula, narrada de improviso e oralmente, em que uma menina caía na toca de um coelho;

9) Foi pela insistência de Alice Lidell que a história foi escrita. Carroll levou 2 anos e meio para lhe entregar o manuscrito, com ilustrações de próprio punho. Nessa versão, nunca publicada, o título era “As Aventuras de Alice sob a Terra”;

10) Os personagens e episódios dos 2 livros de Alice foram transplantados da vida real, mas, claro, de forma propositalmente distorcida e exagerada, principalmente de personagens que de alguma forma representavam os rígidos fundamentos da sociedade vitoriana. Por isso Alice, que representa os olhos de uma criança num mundo adulto caótico e insensível, recebe tratamento cruel de tantos personagens.

O que acharam dessas curiosidades? Já sabiam de todas elas?

Espero que tenham gostado do post e espero poder trazer mais fatos curiosos para vocês!

3 comentários Adicione o seu

  1. Monica disse:

    Adorei as curiosidades ❤️❤️❤️

    Curtir

  2. Aya Kusanagi disse:

    Adorei as curiosidades sobre o autor, amooo demais Alice e essa edição está encantadora.
    Traga mais curiosidades sobre outros autores! Simplesmente amei o post.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Adorei conhecer estas curiosidades sobre o livro e seu autor. Gosto muito de literatura infantojuvenil, no entanto, uma vez iniciei a leitura de Alice no País das Maravilhas e abandonei, mas quero tentar mais uma vez, talvez eu não estivesse em um momento apropriado para apreciar a leitura. Essa edição é muito linda!♥

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s