Meu Top 5 Livros de 2017 (lançados em 2017)

Seja muito bem vindo, 2018!

Como vocês foram de festas? Comemoraram bastante?

E quanto às metas e resoluções de ano? Conseguiram cumpri-las? E já fizeram novas resoluções para este ano?

Bom, retomando os trabalhos para este novo ano que se inicia, meu primeiro post de 2018 não poderia ser outro.

Para 2017 eu havia estipulado a meta de leitura de 50 livros, da qual eu tenho a plena satisfação de dizer que a cumpri! Ainda estou pensando a respeito da minha meta de leituras para 2018. Quando estiver completamente decidida, eu compartilho com vocês meus planos.

Por enquanto, fiquem com meu TOP 5 livros lidos de 2017!

Para montar meu ranking, considerei apenas os livros que foram lançados no Brasil no próprio ano de 2017. Se fosse incluir todas as minhas leituras, é provável que outros livros surgissem na lista, ou que eu tivesse de ampliá-la (um TOP 10, talvez), mas estou segura de que pelo menos os 3 primeiros livros permaneceriam meu top 3.

Então aí estão os finalistas. De cima para baixo, na ordem decrescente do ranking:

IMG-20180102-WA0000
Sim, Darkside Books em peso na lista!

Como eu já fiz review de todos os livros, vou apenas fazer alguns breves comentários e deixar os respectivos links dos reviews, caso queiram saber um pouco mais de cada livro:

1. A Longa Viagem a Um Pequeno Planeta Hostil – Becky Chambers

P_20180102_101319_vHDR_Auto

Foi o único livro do gênero Sci-Fi que li este ano. Não é um gênero que eu costumava ler, mas se ainda existia alguma ressalva por ficção científica em mim, ah! isso não me pertence mais! Apaixonei-me pela história e pelos personagens e já incluí outros livros de Sci-Fi na lista de “Livros que quero ler”, inclusive para este ano de 2018! Também, o livro aborda inúmeras questões atuais que geram uma boa discussão. É um livro completo, com humor, drama, e que, ainda por cima, trata de assuntos como preconceitos em geral, religião, ética, direitos, etc., merecendo o primeiro lugar da minha lista!

2. The Heart’s Invisible Furies – John Boyne

P_20180102_101330_vHDR_Auto

John Boyne é meu autor favorito, e mesmo com muitas leituras incríveis de 2017, esse favoritismo não foi desbancado. Assim sendo, não é nenhuma surpresa que o mais recente livro lançado dele figure no meu TOP 5. John Boyne é um autor irlandês, e seu livro ficou em primeiro lugar na Irlanda. Parabéns, John Boyne pelo feito! Merecido!

O livro trata da questão do preconceito em relação aos homossexuais principalmente na Irlanda, mas pode ser tranquilamente estendido para qualquer lugar do mundo. O preconceito existe, isso é fato. E John Boyne, com muita maestria, escreve um longo romance que cruza o século, partindo de 1940 até 2015, narrando a questão da homossexualidade. É um livro que gerou uma série de sentimentos em mim, me fez rir, ficar com raiva, com esperança, frustrada de novo, e mais uma vez esperançosa. É um livro que PRECISA ser lido, principalmente pelas novas gerações.

O review do livro pode ser lido aqui. E se você não lê em inglês, não tem problema. A Companhia das Letras lançou o livro em 2017 também! O título em português ficou “As Fúrias Invisíveis do coração”. 

3. A Guerra que Salvou a Minha Vida – Kimberley Brubaker Bradley

P_20180102_101423_vHDR_Auto

Esse livro foi uma leitura muito esperada por mim. E é tão bom quando a expectativa não é frustrada, não é mesmo? Aqui temos também a questão do preconceito, mas enfrentada por uma criança, que tem dificuldade de locomoção e que sofre com os maus tratos advindos da própria mãe. O enredo conta com uma protagonista feminina (o que já é muito legal), e tem como cenário a Segunda Guerra Mundial. Mas nossa jovem e brava protagonista tem uma batalha particular tão importante quanto à Guerra para enfrentar.

É uma história linda, de encher nossos corações de amor! Uma lição de vida para todo mundo!

 

4. Ecos – Pam Muñoz Ryan

P_20180102_101433_vHDR_Auto

Falei desse livro no meu último post do ano de 2017! Eu nem havia programado de publicá-lo antes da virada do ano, mas não me aguentei de ansiedade e tive de partilhar minhas impressões do livro com vocês antes, de tanto que gostei do livro! No final das contas, veio bem a calhar, porque agora vocês podem ler o review dele (caso ainda não tenham lido) depois de verem meu TOP 5!

Com três histórias paralelas, que se passam em épocas distintas, o leitor vai ficar com o coração na mão, desesperado para saber o final do livro, torcendo a todo momento pelos personagens, para que tudo dê certo. Novamente, este é um livro que aborda a questão do preconceito, em três formas distintas: durante a fundação do Partido Nazista, as dificuldades enfrentadas por crianças órfãs, e também, já no contexto da Segunda Guerra Mundial, a questão do segregacionismo cultural e racial dos descendentes de mexicanos nos EUA.

Esse livro também é uma lição de vida! E um ótimo livro para começar o ano de 2018 com as esperanças fortalecidas!

Leia meu review de Ecos aqui.

5. A Diferença Invisível – Mademoiselle Caroline e Julie Dachez

P_20180102_101443_vHDR_Auto

E por fim, um livro de HQ sim! Em 2017 eu me abri novamente para as Histórias em Quadrinhos. Quando eu era criança, eu amava ler gibis. Na verdade, era praticamente tudo o que eu lia. Tinha alguns livros que eu gostava (alguém conhece a coleção “Salve-se quem puder“?), mas de ficar assim horas e horas lendo, só Turma da Mônica mesmo. Quando adulta, eu retomei a leitura de HQs quando descobri Calvin & Hobbes (Calvin e Haroldo, no Brasil), e mais tarde Mafalda. A paixão pelo gênero foi só aumentando desde então, e, no ano de 2017, acho que foi o ano em que mais li quadrinhos.

A Diferença Invisível é uma HQ que traz uma protagonista autista e que tem muito a nos ensinar também. Muita gente não achou nada demais a história. Mas eu gostei muito! Achei muito acessível para nós, leigos, o que facilita entendermos melhor as dificuldades dos portadores da síndrome de Asperger, principalmente quando for uma mulher, e cria uma empatia enorme no leitor. Tem também a questão de a história estar sendo contado justamente por uma portadora de Asperger (Julie Dachez), encorajando outras pessoas a abraçarem sua verdadeira identidade. Só por essa bela iniciativa, o livro já é TOP! Fora isso, que traços fofos os da ilustradora, não? (Mademoiselle Caroline).

 

Como vocês puderam ver, todos os livros do meu Top 5 de alguma forma trazem para dentro da história a questão do preconceito. Isso foi apenas uma grande e feliz coincidência! Foi um ano de muito aprendizado, de muita reflexão e de empatia. Eu espero que minhas leituras de 2018 também me ensinem bastante! E vocês? Leram algum dos livros que eu listei? Qual foi o Top 5 de vocês?

 

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s