O dia em que a poesia derrotou um ditador – Antonio Skármeta

Nico está no colégio, assistindo à aula de filosofia, quando o Professor Santos é levado, detido. 

Estamos no ano de 1988, no Chile, durante o governo ditatorial de Pinochet. Pessoas sendo levadas pela polícia do regime militar não era incomum na época, mas o Professor Santos é pai de Nico. 

Nico tenta se acalmar, lembrando que não apenas eles mas todos as outras dezenas de alunos testemunharam seu pai sendo levado. Não podem simplesmente matá-lo, sumindo com ele, podem?

Paralelamente ao desaparecimento do Professor Santos, o pai de sua namorada, o aclamado publicitário,  ironicamente desempregado, Adrián Bettini, recebe a proposta do Ministro do Interior para chefiar a campanha do “sim”, pois Pinochet e seu governo, arquitetou um grande plano: querem provar ao mundo todo que são uma democracia, e por isso, vão convocar um plebiscito para que o povo decida-se pela reeleição do general. Bettini recusa, e vai chefiar a campanha do “não”. Durante os 15 anos de ditadura, o governo abrirá 15 minutos para que seus opositores exponham sua campanha do não. O não no plebiscito, segundo o presidente, significa: “Não queremos mais Pinochet. Convoquem novas eleições”.

A história é bastante breve, com várias referências da filosofia e da literatura clássica, principalmente de Shakespeare. Eu adoraria ter entendido todas melhor, mas meus conhecimentos ficam um pouco aquém, pegando as alusões à Platão, Aristóteles, Heráclito e à obra Hamlet. Mesmo assim, a leitura foi bem tranquila. Ela não é, como talvez tenha feito o leitor pensar, rebuscada e acadêmica. Embora parta do princípio de que o leitor sabe qual o contexto está envolta a história, o foco parece ser justamente o contágio da esperança por dias melhores, e como esse desejo por mudança é um passo importante para se retomar a democracia. 

Livro curto mas poderoso como uma fagulha, lançando um clarão em mentes e corações ávidos por esperança. 


Dados Técnicos do Livro:

Capa comum: 224 páginas
Editora: Record (27 de setembro de 2021)
Autor: Antonio Skármeta
ISBN: 978-65-55-87213-2
Título Original: Los días del arcoíris
Tradutor: Luís Carlos Cabral
*Exemplar recebido em parceria com o Grupo Editorial Record. Adquira o seu preferencialmente no site da editora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s