Os prós e os contras de nunca esquecer – Val Emmich

Estou aproveitando a quarentena para ler mais livros que estejam há algum tempo parados na minha estante. Muitos deles são do clube de assinaturas Intrínsecos do qual faço parte desde o início. Toda vez que leio algum dos livros, eu simplesmente amo, mas no impulso de estar sempre comprando mais livros e recebendo outros através de parcerias, essas leituras por assinatura acabam perdendo prioridade para mim, infelizmente.

Não sei quanto tempo essa situação crítica sanitária irá durar, mas tenho feito uma das coisas que mais amo e no ritmo que mais gosto: ler e sem pressa. No começo a ansiedade bateu forte e não estava nem conseguindo me concentrar nas leituras, mas com um pouco de ajuda de algumas pessoas (que às vezes nem sabem que só de me escutarem ou me lerem me ajudam), foi melhorando e retomei as minhas leituras!

P_20181106_174400_vHDR_Auto

E entre elas, está “Os prós e os contras de nunca esquecer” do Val Emmich, que foi na verdade o segundo livro lançado pelo Intrínsecos.

O livro traz como protagonista Joan Lennon Sully, uma garota de 10 anos com memória autobiográfica altamente superior – HSAM. É uma condição especial que faz com que ela não se esqueça nenhuma de suas memórias, mas é isso, memórias. Não tem a ver com o fato de decorar fórmulas matemáticas absurdas, a sequência do número π, o nome de todos os presidentes dos EUA, nada do tipo. Tem a ver com as coisas que aconteceram com ela e desde que ela tenha prestado atenção ao momento.

Seu nome é uma clara homenagem a John Lennon, de quem seu pai, Ollie, é fã. Ollie é compositor, ele tem um estúdio em sua casa e compõe músicas sobretudo para comerciais. Joan Lennon também é uma pequena compositora e puxou o mesmo talento do pai e da avó, mãe de Ollie. Sua avó tinha Alzheimer e quando morreu não se lembrava mais de Joan, o que a deixa muito triste, ainda mais porque “esquecer” é uma palavra que não está em seu dicionário.

“Quando se esqueceu de mim, senti como se vovó tivesse pegado a borracha de um lápis gigante e me apagado enquanto eu ainda estava de pé diante dela. Ser capaz de parar de se preocupar com o quanto significamos para as pessoas deve ser a melhor sensação do mundo”.

Assim, sua incrível memória não é uma qualidade que a deixa feliz, porque na maior parte do tempo ela se sente muito só. Acho que consigo entender um pouco Joan. Não tenho uma supermemória nem nada do tipo, mas em geral lembro de algumas particularidades das pessoas a quem tenho muito apreço. As pessoas sempre ficam felizes quando alguém se lembra delas ou de algo que elas lhe disseram. E eu vivo chateada quando menciono algo que suponho ser uma memória compartilhada e a pessoa responde “não lembro disso”. Muitas vezes até respondo “é, na verdade, não lembro muito bem também”, só para não me sentir tão triste e fingir que tudo bem.

Joan então começa a pensar formas de nunca ser esquecida pelas pessoas, e num determinado momento a música parece ser a resposta. Afinal, quem não conhece John Lennon ou Michael Jackson, por exemplo?

Há um concurso acontecendo na cidade chamado “O Futuro Grande Compositor”, e uma das benesses de sair vitorioso nele é que a música vencedora será divulgada num site muito famoso. Joan vê no concurso a chance para pôr em prática seu plano para não ser esquecida. Para tanto, ela irá contar com a ajuda de um amigo da família, Gavin, um ator que acaba de perder seu grande companheiro de vida, Sydney.


Este é um daqueles livros recheados de referências musicais. Vou deixar alguns títulos inclusive mais ao final do post, pois acredito que seja uma bela ideia botá-las como trilha sonora de fundo enquanto você se delicia com a leitura.

Mas não é apenas uma história que se dá num universo rockstar e da indústria do entretenimento. Ele mostra a vida das pessoas no anonimato, em sua forma mais autêntica. A Joan é uma garota extraordinária, e nem digo apenas pela sua memória super eficaz, mas pelo amor que ela sente por seus pais, a admiração por Ollie e o conforto que encontra no abraço de sua mãe, Paige. Eu adorei conhecer ambos e espero que eu e meu marido sejamos pais tão maravilhosos quanto eles. Também amei conhecer Gavin e acompanhar toda sua comovente trajetória de luto.

Talvez dado ao momento em que eu me encontre também, achei lindo o livro e uma leitura que recomendo a todos que estão em vias de se tornarem pais ou pesando a decisão de terem filho(s).

A narrativa alterna entre as perspectivas de Joan e Gavin, e os 38 curtos capítulos são distribuídos em partes que recebem, em regra, cada uma o nome de uma música dos Beatles. E fica aí outra razão para sua leitura: fãs de Beatles não podem perder essa história, que é uma singela, mas maravilhosa homenagem à banda, sobretudo a John Lennon e Paul McCartney. E não estou exagerando. Na ficha catalográfica do livro lê-se: “1.Beatles (Conjunto Musical) – Ficção e 2.Ficção americana.”

Embora seja um romance adulto, a escrita é muito tranquila, considerando que boa parte da história é contada a partir do ponto de vista de uma garota, e, portanto, será uma leitura provavelmente muito rápida de se fazer. Eu adoro livros que sejam narrados por crianças. Mas se essa não é sua praia, eu diria para dar uma chance primeiro, justamente pelas interpolarizações de vozes (Joan e Gavin). Afinal, uma das coisas que me agrada em livros assim é justamente como o olhar de uma criança sobre um mesmo assunto pode ensinar tanto a um adulto e o inverso também, como um adulto pode contribuir para o crescimento saudável de uma criança.

Guardarei este livro com muito carinho agora em minha memória, e gostaria que a pequena Joan soubesse que eu nunca vou esquecê-la.

P_20181106_164508_vHDR_Auto


Lista de Músicas do Livro (provavelmente deixar escapar alguma):

  • Come Together – The Beatles
  • Beat It – Michael Jackson
  • I Want You To Want Me – Cheap Trick
  • Don´t be cruel to a heart that’s true – Elvis Presley
  • Working Class Hero – John Lennon
  • Nowhere Man – The Beatles
  • The Continuing Story of Bungalow Bill – The Beatles
  • Get Back – The Beatles
  • God – John Lennon
  • Mother – John Lennon
  • I am the Walrus – The Beatles
  • Blackbird – The Beatles
  • Gimme Some Truth – John Lennon
  • Imagine – John Lennon
  • Strawberry Fields – The Beatles
  • 99 Problems – Jay-Z
  • Julia – The Beatles
  • Sexy Sadie – The Beatles
  • Lucy in the Sky with Diamonds – The Beatles
  • Help! – The Beatles
  • Power to the People – John Lennon
  • We Can Work It Out – The Beatles
  • Jealous Guy – John Lennon
  • Across the Universe – The Beatles
  • A Day in the Life – The Beatles
  • We Didn’t start the fire – Billy Joel
  • Don’t Let Me Down – The Beatles
  • Look at Me – John Lennon

Dados Técnicos do Livro:

Capa comum: 320 páginas

Editora: Intrínseca; Edição: 1 (1 de fevereiro de 2019)

ISBN-10: 8551003690 – ISBN-13: 978-8551003695

Título Original: The Reminders

Faça parte do Clube Intrínsecos. Saiba como clicando aqui.

5 comentários

  1. Oi Isa!
    Os livros da Intrínseca são gostosos de ler, né? Me identifiquei bastante na parte em que você comenta sobre ser esquecida. Eu sempre fui isoladinha, mas a quarentena parece que está deixando mais evidente o quão sozinha estou. Não está sendo nada fácil, mas tem que continuar, né?
    Achei muito interessante esse negócio de os capítulos serem divididos de acordo com as músicas dos Beatles, muito bem bolado!
    Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Acho que a quarentena está trazendo à tona muitos sentimentos ruins, né?
      Temos que continuar, mas podemos sempre trocar ideias (sobre livros ou não) pra ficarmos mais tranquilas!
      Obrigada pela visita e comentário! Esse livro é puro amor! ❤

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s